domingo, 28 de fevereiro de 2010

EARTH and FIRE - Atlantis

O EARTH & FIRE foi dundado pelos irmãos Chris Koerts (Guitarra) e Gerard Koerts( Keyboards) em 1968. Logo depois o baixista Hans Ziech, o baterista Kees Kalis e a cantora Lisette se juntaram a eles. Desafortunadamente, logo após os ensaios iniciais a cantora Lisette teve que abandonar a sua carreira de cantora devido a uma séria doença nos olhos e o baterista Kees Kalis também deixou o grupo. Eles foram substituídos por Ton Kley ( Bateria & Vocais) e a linda Jerney Kaagman. Ela foi descoberta pelo cantor do Golden Earring BArry Hay. Eles se conheceram na agitada atmosfera roqueira de na cidade de Hague.
Quando Earth & Fire alcançou sucesso com três singles no estilo poprock "Seasons", "Ruby ", e "Selvagem e excitante" ( todos chegaram ao Top 5 na Holanda), a banda decidiu tornar-se profissional.
Gerard Koerts comprou um Mellotron, este instrumento mudou a história progrock holandês porque o Earth & Fire usou-o para um som de teclado mais exuberante e sinfônico. Eventualmente, eles desenvolveram um estilo progrock muito original (um pouco semelhante a banda Francesa SANDROSE e banda britânica JULIAN'S Treatment) caracterizado por muito Orgão, forte e sensível, guitarras e vocais característicos de Jerney Kaagman. O Earth & Fire foi bem sucedido com os seus singles Storm and Thunder" ('72, # 6), "Memories" ('72, # 1), "Maybe Tomorrow, Maybe Tonight" ('73, # 3) e "Love of Life" ('74, # 2) Todos chegaram ao Top 10 holandês. Os albuns também venderam muito bem naquela época e ganharam reconhecimento mundial: "Song of the Marching Children" ( 71, atingindo # 12), "Atlantis" ( 73, atingindo # 6 ) e o !To the world of the Future (75, atingindo # 7 ), são considerados clássicos do progrock, especialmente no Japão, EARTH & FIRE chega a ser mais popular que o FOCUS. Gradualmente o som do EARTH & FIRE foi se tornando mais pop.
Os álbuns "Song of the Marching Children e "Atlantis" pertencem ao roll dos melhores do Rock Progressivo Holandes.
Num momento você ouve um órgão maduro, guitarras acústicas e uma voz de fada como a de Jerney, no outro momento existem erupções bombástica com Mellotron majestoso, graves inundações do órgão e alguns trabalhos de guitarra elétrica impetuosa, coberta pela voz poderosa de Jerney . Ah ! Em tempo, ela foi casada por quase 30 anos com Bert Ruiter, ex-baixista do Focos ...!

Divirtam-se !


1. Atlantis (16:21)
...a) Prelude - 0:53
...b) Prologue (don't know) - 3:19
...c) The rise and fall (under a cloudy sky) - 2:41
...d) Theme of Atlantis - 3:40
...e) The threat (suddenly) - 2:10
...f) Destruction (rumbling from inside the Earth) - 2:57
...g) Epilogue (don't know) - 0:41
2. Maybe tomorrow, maybe tonight (5:46)
3. Interlude (1:48)
4. Fanfare (3:33)

5. Theme from Atlantis (1:51)
6. Love, please close the door (4:12)
- Jerney Kaagman / lead vocals
- Ton van de Kleij / drums, percussion
- Chris Koerts / acoustic & electric guitars, backing vocals
- Gerard Koerts / organ, piano, flute, Mellotron, synthesizers, virginal, backing vocals
- Hans Ziech / bass

>> Download <<

Nenhum comentário:

Postar um comentário