quarta-feira, 31 de março de 2010

Roddus Music Sampler Volume 20 - Psyched OUT



Fugindo um pouco do estilo do Blog, posto aqui hoje, a pedido de um grande amigo, um dos estilos mais presentes no mundo dos blogs web afora. RODDUS MUSIC SAMPLER traz muito Psych e Heavy Psych . Muitas bandas de Garage Rock que surgiram no final dos anos 60 e início dos 70. Algumas se bandearam para o lado progressivo outras para o lado mais heavy, estilo Black Sabbath. De qualquer forma, aqui está uma das melhores coletâneas que já chegaram a minhas mãos nessa vida de blogueiro. Curtam !! Porque isso aí é Rock'nRoll.
Sei que outro amigo meu , o Sara_Evil vai se deliciar com este post !!

01. Human Instinct - Black Sally (6:38)
02. Sound Machine - Woman (3:52)
03. Luv Machine - You're Surprised (2:41)
04. Fear Itself - Born Under A Bad Sign (3:33)
05. Mastermind - Turn Of The Head (3:31)
06. Pulse - Too Much Lovin' (3:15)
07. Sangre Mexicana - Good Cause (2:48)
08. Jericho - So Come On (3:58)
09. Freeman Sound - 16 Tons (3:52)
10. The Deviants - Screwed Up (2:08)
11. Raw Material - Traveller Man (6:12)
12. Blue Mountain Eagle - Loveless Lives (3:33)
13. Fantasy - Understand (3:22)
14. Taste (Rory Gallager) - Blister On The Moon (3:25)
15. Six Pak - Tombstone Shadow (2:39)
16. Ted Nugent & The Amboy Dukes - Living In The Woods (3:54)
17. Yellow Payges - I'm A Man (5:04)
18. Axe - People Come, People Go (3:05)
19. Sunchariot - Do You Wanna Know (4:09)
20. Gold - Summer Dresses (2:12)
21. Jeff Simmons - Wounderful Wino (2:57)
22. Firebirds - Gypsy Fire (4:38)
23. The Pretty Things - Come See Me (2:39)
24. Lea Riders Group - Dom Keller Oss Mods (4:02)
25. Cerebrum - Eagle Death (5:00)
26. Brain Police - Gypsy Fast Woman (5:58)
27. Stone Garden - It's A Beautiful Day (3:29)
28. Bulbous Creation - Lets Go To The Sun (8:26)
29. Mason - Let It Burn (7:15)
30. Jarvis Street Revue - Mr. Oil Man (12:27)
31. Asoka - Psykfoni For Ekogitarr Och Pop (2:11)
32. Toad - Stay (3:31)
33. Tractor - Willow (5:48)
34. Hairy Chapter - There's A Kind Of Nothing (5:47)

>>Download<<

MYTHOS - Dreamlab ( Space Rock Alemão) - 1975



1. Dedicated to Wernher von Braun (6:00)
2. Message part I & II(8:20)
3. Expeditions (6:11)
4. Mythalgia (2:11)
5. Dreamlab: (11:05)
a) Echophase (3:03)
b) Quite amazed (3:10)
c) Going to meet my lady (5:04)
6. Eternity (7:10)

- Stephan Kaske / flute, acoustic & electric guitars, synths, vocals
- Robby Luizaga / bass, acoustic guitar, Mellotron
- Hans-Jürgen Pütz / drums, Moog drum, vibes, percussion
+ Starmaiden / backing vocals (4)


>>Download<<

sábado, 27 de março de 2010

NATÜRLICH PROG - Programa N.º 4

Programa que foi ao ar em 27/03 as 22 horas na super Radio Web Underground Lágrima Psicodélica

RENAISSANCE

1- Kings & Queens ( Renaissance)
2- Island ( Renaissance)
3- Face of Yesterday ( Illusion)
4- Spare some Love (Prologue)
5- Can You Understand ( Ashes are Burning)
6- Let It Grow ( Ashes are Burning)
7- Ashes Are Burning ( Same)
8- I Think of You (The Turn of the Cards)
9- Mother Russia (The Turn of the Cards)

2ª Parte :

CAMEL:

1- Never Let Go ( Album Camel )
2- Lady Fantasy ( Album Mirage)
3- Rhayader ( Album Snow Goose)
4- Rhayader goes to Town ( Album Snow Goose)
5- Unevensong ( Album Rain Dances)
6- Echoes ( Album Breathless)
7- Ice ( Album I can see your House from Here)
8- West Berlin ( Album Stationary Traveller )


>>Download<<

Anekdoten - From Within Live At the Rehearsal Room

ÄNGLAGÅRD Live in Wurzburg 2003 - Höstsejd part I

HOELDERLIN - I Love My Dog

Em Novembro de 1970, os irmãos GRUMBKOW apresentaram o HÖLDERLIN (ou Hoelderlin), nome retirado de um poeta romantico alemão.
Depois de terem tocado com uma série de músicos, principalmente de Folk-Rock

sexta-feira, 26 de março de 2010

Gravy Train (A Ballad of ) A Peaceful Man



Gravy Train - A Balad of a Peaceful Man


1. Alone in Georgia (4:35)
2. (A Ballad of) A Peaceful Man (7:06)
3. Jule's Delight (6:58)
4. Messenger (5:58)
5. Can anybody hear me (2:59)
6. Old Tin Box (4:45)
7. Won't talk about it (3:00)
8. Home again (3:25)

Norman Barrett - lead guitar & lead vocals
J.D Hugues - flute, keyboards, saxophone, vocals
Les Williams - bass & backing vocals
Barry Davenport: drums & percussion

Capas

MISSING LINK ( Alemanha, 1972) - Nevergreen



Disco pouco conhecido de prog rock alemão. O Missing Link , de München, teve a sorte de encontrar Gerhard Augustin, que pouco depois formaria o Amon Düull II, que tinha como missão, encontrar novos talentos para a United Artists, com isso, acabaram conseguindo um contrato e, ao final de 1972, lançaram o seu único LP : "Nevergreen".
Infelizmente, não conseguiram transferir a energia dos seus shows ao vivo para o disco. Mas, de qualquer forma é um bom disco.
Destaque para Dieter Miekautsch, que mais tarde se uniria à banda Embryo , que oferece um solo de piano brilhante em "Song for Ana".
( Quem teve a sorte de acompanhar a ELDO POP, certamente se lembrará deste disco)

Songs

1. Spoiled love (5:19)
2. Song for Ann (2:49)
3. Time will change (5:31)
4. Only me (5:07)
5. Sorcery (5:23)
6. Filled up (6:26)
7. Kids hunting (6:11)

Total Time: 36:46

Line-up / Musicians
- Markus Sing / guitar
- Gunther Latuschik / saxophone
- Gabriel Dominik Mueller / vocal
- Dieter Miekautsch / keyboard
- Dave Schratzenstaller / bass
- Holger Brandt / drums


quinta-feira, 25 de março de 2010

Banco del Mutuo Soccorso - 2 - R.I.P. (Requiescant in pace)

Captain Beyond - Dancing Madly Backwards, Oct '72 - HQ stereo

Anyone's Daughter - Adonis: Part 1/4 Come Away

Anyone's Daughter - Anyone's Daughter (live)

Dr. Z



Somente cerca de 80 cópias deste álbum progressivo foram vendidas, tornando-o um dos mais difíceis de ser conseguido. No entanto, este disco é melhor do que esta reputação possa sugerir.
O conceito basico deste álbum é a divisão da natureza humana em tres partes que estão ligadas entre si e este filosófico ponto de vista está claramente descrito nas fortes letras de suas canções.
Bom disco ...........vale uma conferida !

1. Evil Woman's Manly Child (4:47)
2. Spiritus, Manes et Umbra (11:51)
3. Summer for the Rose (4:32)
4. Burn in Anger (3:25)
5. Too Well Satisfied (5:49)
6. In a Token of Despair (10:31)
...Bonus tracks on CD release:
7. Lady Ladybird (2:46)
8. People in the Street (3:08)


- Keith Keyes / piano, harpsichord, organ and vocals
- Bob Watkins / drums & percussion
- Rob Watson / bass guitar

terça-feira, 23 de março de 2010

A FÊNIX

DE VOLTA, MAIS FORTE E MELHOR !!

http://www.lagrimapsicodelica1.blogspot.com/

Mike Batt with The London Symphony Orchestra -1977 - Schizophonia


Homenagem ao meu camarada Sara_Evil

01. The Ride To Agadir 6:41
02. Berber's Prayer 2:11
03. The Walls Of The World 3:24
04. Insh'Allah 5:04
05. The Fires Of Rabat 2:58
06. It Seemed Like A Good Idea At The Time 2:56
07. Bouree 1:37
08. Railway Hotel 3:20
09. Voices In The Dark 4:03
10. Don't Let Me Be Misunderstood 4:11

LIFE - Alemanha 1970 - Spring



Este foi o primeiro álbum da banda alemã Life,gravado em 1971 pela CBS e mixado por Leafhound & James Gang, com canções curtas e melódicas. Puro rock underground que foi temporariamente mascarado pela psicodelia.
Este CD contém 3 bonus que não estavam presentes no álbum original

Dois músicos, meio americanos meio alemães mais dois músicosde Munique gravaram este álbum pela CBS em 1971 produzidos por Julius Schittenhelm (produtor famoso da OHR produções).
Não por acaso, eles tocam uma música com influencias americanas da costa oeste com influencias de Krautrock. Flautas ocasionais, alguns riffs de guitarra e um excelente vocal dão as suas canções um padrão acima da média e que fazem deste álbum uma raridade. Muito bom !!

01 - Tantalizing Sensation - 3.49
02 - Laverne`s - 1.49
03 - Dream Machine - 6.17
04 - Mean Woman - 3.19
05 - Hawaiian Jack - 6.18
06 - Honeydrippin' Boogie Woogie - 3.09
07 - Then Am I - Part One - 2.56
08 - Then Am I - Part Two - 1.31
09 - My Discovery - 4.11
10 - Talkin 'Bout A Woman - 6.06
11 - The Last Song - 3.08
12 - Headhunter Blues - 7.24 (Bonus)
13 - I Don`t Want To Be Your Fool Anymore - 4.07 (Bonus)
14 - When Are You Headed - 5.07 (Bonus)

>>Download<<

segunda-feira, 22 de março de 2010

Galaxy ( Alemanha) - 1975 - Natures Clear Well



Atualmente usando o nome de Waniyetula, o Galaxy, apresenta um rock progressivo inventivo com letras bem feitas. Este álbum,apresenta o vocalista Richard Kersten que tem um timbre de voz que poderíamos colocar entre Jon Anderson e John Wetton. O som do Galaxy é notadamente inspirado pelo som do Nektar, Omega e do Message e a produção possui a inconfundível marca de Dieter Dierks. Sem Kersten, o resto da banda voultou a tocar como Waniyetula

RICHARD KERSTEN - LEAD VOCAL, ACCOUSTIC GUITAR
HEINZ KÜHNE - ALL GUITARS, VOCAL
NORBERT ABELS - KEYBOARDS , VOCAL
HERMAN BECKERT - BASS
VICTOR BERGMANN - DRUMS

Tracklisting:

1. NATURE`S CLEAR WELL 10:42
2. YOU`VE REALLY GOT IT FIXED 4:25
3. WARNING WALLS 5:16
4. DREAMS OUT IN THE RAIN 6:25
5. I`VE COME FROM A WORLD 4:20
6. WISH I WERE HAPPY 6:17

sexta-feira, 19 de março de 2010

SANSATIONS' FIX _ Boxes Paradise

Franco Falsini (guitar, keyboards, vocals)
Richard Ursillo (bass)
Keith Edwards (drums)

5ºAlbum do Sansations' Fix

SENSATIONS' FIX - Finest Fingers

Franco Falsini foi em 1966 um dos fundadores do lendário power trio "Noi Tre", que também apresentava o futuro membro do "Tríade", Agostino Nobile. O Grupo , muito influenciado pelo Cream e pelo Pretty Things, só gravou um single ( Un posto Dove), em 1968, depois do qual, Falsini os deixou, e foi substituído por outra futura lenda do progressivo Italiano, Paolo Tofani, que mais tarde viria a fundar o AREA e depois o ELECTRIC FRANKENSTEIN.

Após um outro grupo de vida curta, o LE MADRI SUPERIORI, Falsini forma o SENSATION'S FIX, com o Ex-CAMPO DI MARTE, o baixista Ítalo-americano Richard Ursillo e o baterista americano Keith Edwards. É interessante se observar um pequeno detalhe no nome do grupo, que só foi escrito como SANSATION'S FIX no seu primeiro album, passando depois a aparecer como SENSATIONS' FIX
O Grupo tinha como local próprio uma fazenda perto de Florença e tinha uma atitude de um grupo de Krautrock característica única nos grupos de prog Italianos. Basicamente como uma banda baseada no Keyboard e com o uso mínimo de voz, eles gravaram nada menos que tres albuns em 1974, um deles com inteções promocionais e todos baseados em temas instrumentais, no mesmo estilo que muitas bandas alemães do gêneros "Cosmic-rock".
Seus albuns eram produzidos por eles mesmos e gravados no estúdio da propria banda, com uma qualidade de som um tanto o quanto amadorística.
Com a Entrada do tecladista Stephen Head, o quarto albun "Finest Finger" é o primeiro álbum com partes vocais, sendo assim um trabalho mais acessível , assim como o álbum seguinte, Boxes Paradise.
A Banda então, vai para a Califórnia, onde um outro álbum, só para o mercado americano, é lançado, Vision's Fugitives. Este álbum com um som mais americanizado conta com a presença do baterista do Campo di Marte Carlo Felice Marcovecchio ( Creditado como Marco Marcovecchio) em duas faixas.
Em 1978, gravam seu ultimo trabalho, Flying Tapes, incluindo regravações de canções dos álbuns anteriores.
Mudam então o nome do grupo para SHERIFF e agora baseado na Virgínia, o grupo composto por Falsini, Ursillo e Edwards , ajudados por um segundo guitarrista Frank Filfoyt lançam um LP somente para o mercado americano, num estilo mais rock'n'roll.
Quando Ursillo deixa a banda para voltar para Itália, o grupo torna-se um trio e se dedica a apresentações ao vivo, com um novo baixista, Gary Falwell.
A Ruptura definitiva ocorre no final de 1978, quando Franco Falsini decide se mudar para New York para trabalhar como engenheiro de som.

Keith Edwards ficou nos USA onde continuou a tocar por mais alguns anos até ser diagnosticado com uma doença incurável que o levou a cometer o suicídio.
Franco Falsini também gravou um álbum solo, COLD NOSE, trilha sonora para o filme de mesmo nome em 1975.
O Baixista Richard Ursillo continuou tocando com vários grupos em Florença e em 2003 andou envolvido com a reunião do Campo di Marte.

1974-75
Franco Falsini (guitar, keyboards, vocals)
Richard Ursillo (bass)
Keith Edwards (drums)

1976
entra:
Stephen Head (keyboards)

1977
Keith Edwards sai, Stephen Head passa a tocar keyboards e drums

quinta-feira, 18 de março de 2010

EELA CRAIG ( Austria) - Eela Craig ( 1971)


O Eela Craig foi fundado na cidade de Linz em 1970 e gravou o seu primeiro disco entitulado "Eela Craig " em 1971, com a produção de 1500 cópias. Os críticos compararam este disco com o de bandas já reconhecidas como o ELP, King Crimson, Gentle Giant e Colosseum. A Banda fez uma série de apresentações ao vivo com a Zürich Chamber Orchestra em 1972, que provocou outra série de apresentações nos teatros da Itália, Alemanha e Áustria; coisa que na época era muito incomum para uma banda de rock.
A Banda assinou contrato com a Virgin Records em 1975, para gravar compactos e LPs, incluindo o album conceitual "Missa Universalis" e uma versão cover de Chris de Burgh de "A Spaceman Came Travelling" , ambas realizadas em 1978. A sua estréia se deu no "Brucknerfest" na cidade de Linz e teve uma recepção muito positiva.
Missa Universalis é uma adaptação de uma missa católica que inclui letras em Latin, Alemão , Inglês e Frances. As composições remontam trabalhos de Anton Bruckner, mixadas com elementos de rock e musica eletronica.
O Eela Craig ficou um bom tempo inativo entre 1982 e 1986, mas, os dois membros fundadores da banda, produziram trabalhos solo com o nome de Bognermayr & Zuschrader no selo de propriedade de Bognermayr, o New Age Label Erdenklang.
Em 17 de Novembro de 1995, a banda se reuniu para um único concerto na cidade de Linz. Ao mesmo tempo, Hubert Bognermayr publicou uma coletânea de músicas da banda entitulada Symphonic Rock.


1. New born Child (7:45)
2. Selfmade Trip (10:29)
3. A New Way (7:04)
4. Indra Elegy (11:43)
bonus:
5. Irminsul (2:10)
6. Yggdrasil (3:40)
7. Stories (4:39)
8. Cheese (4:38)


- Horst Waber / drums
- Harald Zuschrader / organ, flute, guitar, sax
- Hubert Bognermayer / keyboards
- Gerhard English / bass
- Heinz Gerstenmair / guitar, organ, vocals
- Will Orthofer / vocals, sax

segunda-feira, 15 de março de 2010

TAÏ PHONG - Taï Phong






Taï Phong foi uma banda Francesa fundada pelos irmãos vietnamitas Khan e Taï Ho Tong. O seu som é parecido com o Camel e o Novalis, mas a descrição mais precisa seria - A versão Francesa do Barclay James Havest.
Na primeira versão da banda em 1972, incluiam um americano e um alemão ( continue repetindo para você : essa é uma banda Francesa). Eles estavam em processo de gravação quando o contrato chegou ao fim.
Devido ao fato dos irmãos terem recusado os termos do novo contrato, os outros integrantes da banda resolveram se demitir. Pouco tempo depois, foram substituídos pelo tecladista Jean Alain Gardet e o agora famoso (ou infame) Jean-Jacques Goldman.
Sim, esse mesmo, o responsável por vários sucessos de Celine Dion ( Quem diria hein ??).
Em 1973, eles novamente entraram em estúdio. Contudo, novamente, disputas artísticas e conflitos com cláusulas de contrato com os executivos da gravadora fizeram com que eles ficassem o resto do ano sem gravar. Em 1974, eles assinaram um novo contrato que os agradou, mas eles ainda tinham um problema; não tinham um baterista.
Eles escolheram um baterista de 17 anos - Stéphan Caussarieu. A formação clássica do Taï Phong agora estava completa, e permaneceria intacta pelos próximos dois albuns. No entanto, descobriram mais tarde que essa nova formação era também uma potente combinação de talentos e egos.
Depois de realizar em 1976 o album "Windows", alguns dos membros se afastaram. Jean-Jacques mergulhou num trabalho solo e Gardet gravou um album com o Alpha Ralpha.
Foi durante esse período que as coisas começaram a dar errado. O album "Windows" não vendeu bem, mas a banda gastou quase todo o dinheiro ganho com o primeiro album com uma nova aparelhagem de som.
Goldman não queria fazer shows, e isso era um sério problema, já que ele era o principal compositor do grupo. Todos esses problemas acabaram desiludindo Jean Alain, que acabou deixando o grupo.
A banda foi excursionar em 1977 com o novo baixista, Michael Jones, que também se encarregou dos vocais, mas isso não estava funcionando. Eles decidiram então cancelar os shows restantes e se concentrarem nos trabalhos de estúdio. Isto foi suficiente para provocar a saída do irmão Taï.
Depois de muita confusão, eles lançam em 1979 "Last Flight", mas a magia havia terminado.
Em 1980 os interesses estavam em conflito e eles estavam novamente com problemas contratuais. Logo após a gravação do quarto album, a banda se separou definitivamente.

1.Going Away (5:41)
2. Sister Janes (4:04)
3. Crest (3:25)
4. For years and Years (8:33)
5. Field of Gold (7:37)
6. Out of the Night (11:25)

Jean-Jacques Goldmnan - vocals, electric, acoustic guitar, violin
Khan Mai - electric, acoustic & slide guitar, vocals
Jean Alain Gardet - piano, organ, Moog, keyboards
Tai Sihn - vocal, bass, acoustic guitar, Moog
Stephan Caussarieu - drums, percussion


>>Download<< Capas

PETER HAMMILL - 1977 - Over


1- Crying Wolf
2- Autumn
3- Time Heals
4- Alice (Letting Go)
5- This Side Of The Looking-Glass *
6- Betrayed
7- (On Tuesdays She Used To Do) Yoga
8- Lost And Found

Graham Smith - violin on "Autumn" & "Betrayed"
Nic Potter - bass
Guy Evans - drums
Michael Brand - conductor of orchestra on "This Side Of The Looking Glass"
Peter Hammill (Guitar, Arranger, Keyboards, Vocals, Multi Instruments)


Peter Hammill - 1974 - The Silent Corner & The Empty Stage



01-"Modern" – 7:28
02-"Wilhelmina" – 5:17
03-"The Lie (Bernini's Saint Theresa)" – 5:40
04-"Forsaken Gardens" – 6:15
05-"Red Shift" – 8.11
06-"Rubicon" – 4:11
07-"A Louse Is Not a Home" – 12:13
08. The Lie (Live In Kansas City 16.02.78) 6:36
09. Rubicon (BBC Radio One John Peel Session) 5:10
10. Red Shift (BBC Radio One John Peel Session) 5:51

Peter Hammill – Guitars, piano, bass guitar (on 1, 2, and 6), harmonium, keyboards, vocals, mellotron, and oscillator
Randy California – Lead guitar on "Red Shift"
Hugh Banton – Organ, bass (on 3, 4, and 7), keyboards, background vocals
Guy Evans – percussion, drums
David Jackson – Flute, alto, tenor, and soprano saxophones

domingo, 14 de março de 2010

Frumpy (Alemanha) - Live, 1973 (Blues/Prog)





1. Keep On Going (12:06)
2. Singing Songs (8:54)
3. Backwater Blues (4:56)
4. Duty (17:35)
5. To My Mother (11:34)
6. Release (22:00)
7. Take Care Of Illusion (8:54)
8. Duty (7:33)
9. Floating (12:14)

Inga Rumpf - vocals, guitar
Jean-Jacques Kravetz - keyboards
Rainer Baumann - guitar
Karl-Heinz Schott - bass
Carsten Bohn - drums

CD 1 : Parte 1
Parte 2
CD 2 : Parte 1
Parte 2
CAPAS

Sandy Coast (Holanda) - Shipwreck, 1969 (Proto Prog)


1. Shipwreck (13:42)
2. I may happily forget (4:02)
3. North Canadian paradise (4:05)
4. Blue blackman's blues (1:41)
5. Advice (3:19)
6. Timothy (3:47)
7. Re Re le loup (3:57)
8. Deep down down (2:54)
9. Back to the city (2:52)
10. Eleanor Rigby (3:16)
11. In my opinion (2:09)

Hans Vermeulen - Vocals, guitar and piano
Ron Westerbeek - Organ, piano, guitar and backing vocals
Jan Vermeulen - Bass guitar
Onno Bevoort - Drums and cymbals

Formado em 1961 na cidade de Voorburg como Sandy Coast Skiffle Group, eles mudaram várias vezes de nome tendo usado nomes como; the Sandy Coast Five, Sandy Coast Rockers e, finalmente, Sandy Coast.
Músicos participantes: Hans Vermeulen (vocals, guitar, keyboards), seu irmão Jan (bass and guitar), Jos de Jager (bass, 1964-67), Henk Smitskamp (bass, ex-Livin' Blues, de 1970 até 1971), Onno Bevoort (drums, in 1970 ,temporariamente substituído por Will Morkus, em 1974 ), Ron Westerbeek (vocals, guitar, keyboards, ex-Daddy's Act), Charles Kersbergen (guitar, until 1965) e Marianne Nobles (vocals, ex-solo, 1972). Em 1974, o Sandy Coast se separou . Hans formou o Rainbow Train junto com o seu irmão Jan. "

sábado, 13 de março de 2010

WIND ( Alemanha 1972) - Morning




Fonte: Japan 24-Bit Remaster
Os musicos Steve Leistner (vocals), Thomas Leidenberger (guitar, vocals), Andreas Bueler (bass), Lucian Bueler (keyboards) and Lucky Schmidt (drums, percussion, mellotron) começaram suas carreiras com um album cover com o nome de Corporal Gander's Fire Dog Brigade: "On The Rocks" (1970). Essa gravação foi antes de Leistner se juntar ao grupo e eles adotarem o nome "WIND". Em 1971, eles gravaram um lendário album chamado "SEASONS" - um dos mais procurados albuns alemães pelos colecionadores do gênero. Este que trago aqui é o segundo album realizado pela Sony Music do Japão. Um Bom disco !

01. Morning Song (3:59)
02. The Princess And The Minstrel (6:39)
03. Dragon's Maid (8:39)
04. Carnival (7:56)
05. Schlittenfahrt (3:08)
06. Puppet Master (3:25)
07. Tommy's Song (5:28)
08. Josephine (3:38)


>>Download<<


quinta-feira, 11 de março de 2010

Pangea - (Italia) 1976 - Invasori


PANGEA foi unicamente o nome dado ao projeto solo de MAURO PAOLUZZI, um produtor, compositor e multi-instrumentista. Ele produziu, entre outros, os dois albuns do grupo italiano de Jazz-Rock MADRUGADA. O Baixista BILLI ZANELLI e o tecladista GIANFRANCO PINTO retribuíram o favor se juntando a Mauro nesse "Projeto " chamado PANGEA. Com eles participa também a mulher de Paoluzzi , Luciana nos vocais e Cláudio Pascoli no saxofone.
Presume-se que este trabalho foi gravado em 1976. O album é uma colagem sonora, um trabalho "avant-garde" que acolhe vários estilos. Difícil de definir este trabalho.
Raridade do Progressivo Italiano.

01. Invasori 4:10
02. MonJ 4:37
03. Mira99i 1:30
04. Corallo 4:26
05. Naufra9io 2:58
06. Arcipela 9o 6:04
07. Bazaar 4:36
08. Xanadu 11:13
09. Piccolo re 7:01
10. NJamba 1:31


Mauro Paoluzzi (composition, guitar, drums, vocals)
Luciana Paoluzzi (vocals)
Gianfranco Pinto (keyboards, vocals)
Alessandro "Billy" Zanelli (bass, vocals)
Claudio Pascoli (sax, flute)

PARTE 1
PARTE 2
PARTE 3

Frumpy (Alemanha) - By The Way, 1972 (Blues/Prog)

Inga Rumpf - vocals, guitar
Jean-Jacques Kravetz - keyboards
Karl Heinz Schott - bass
Carsten Bohn - drums


1. Goin' To The Country (3:40)
2. By The Way (8:51)
3. Singing Songs (7:02)
4. I'm Afraid Big Moon (6:25)
5. Release (8:50)
6. Keep On Going (5:25)


Download

CAPAS

Frumpy (Alemanha) - Frumpy 2, 1971 (Blues/Prog)


Inga Rumpf - vocals
Jean-Jacques Kravetz - keyboards
Karl-Heinz Schott - bass
Carsten Bohn - drums
Rainer Baumann - guitars

1. Good Winds (10:02)
2. How The Gipsy Was Born (10:05)
3. Take Care Of Illusion (7:30)
4. Duty (12:09)

>> Download <<
CAPAS :

Frumpy (Alemanha) - All Will Be Changed, 1970 (Blues/Prog)

Os Quatro músicos que formaram o FRUMPY foram todos membros do IRISHMAN O'BRAIN-DOCKER'S FOLKBAND THE CITY PREACHERS, que foi fundado em Hamburgo em 1965. O THE CITY PREACHERS tocava uma excelente mistura de musica folk americana e inglesa e em algumas ocasiões chegava a ter até doze musicos no palco. Descontente com a cantora Dagmar Krauze o baterista Carsten Bohn deixou o CITY PREACHERS em novembro de 1969 e, junto com a cantora Inga Rumpf, com o tecladista francês Jean-Jacques Kravetz e o guitarrista Karl-Heiz Schott fundaram o FRUMPY.
Na primavera de 1970, o FRUMPY iniciou uma turnê de sucesso na França. No mesmo ano iniciou uma turnê de 50 concertos junto com o SPOOKY TOOTH, e tocaram junto de grupos como o YES, HUMBLE PIE e Renaissance. No outono de 1970, o FRUMPY entrou em estudio para gravar "All Will Be Change" que só tinha material do grupo, com excessão de um cover de Richie Havens.
No ano seguinte o guitarrista Rainer Baumann se juntou ao FRUMPY e tocou no segundo LP do grupo, "FRUMPY 2", que foi lançado numa capa de plástico. Na Alemanha, o album foi bem recebido e provou que o rock alemão poderia figurar nas paradas internacionais. A musica do FRUMPY combina Jazz, Soul e elementos ocidentais com o Keyboard como instrumento principal. O Frumpy foi classificado pelo MUSIK EXPRESS como o mais popular da alemanha e o jornal FAZ classificou INGA RUMPF como a cantora mais talentosa do país. No entanto, a excursão com o MOTT THE HOOPLE não foi um sucesso comercial na Inglaterra, deixando a desejar na audiência de seus shows.
Devido a diferenças musicais o tecladista Jean-Jacques Kravetz deixou o FRUMPY na primavera de 72 para gravar um album solo , para o qual , convidou INGA RUMPF para cantar uma das canções. No entanto, KRAVETZ volta ao FRUMPY para gravar o terceiro LP do grupo "BY THE WAY" .
O FRUMPY se separa definitivamente após o "concerto do adeus" em Junho de 1972. INGA RUMPF, JEAN-JACQUES KRAVETZ e KARL-HEINZ SCHOTT formaram o ATLANTIS.
O FRUMPY voltaria a se reunir em 1990 para a gravação de um novo LP. "NOW".


1. Life Without Pain (3:50)
2. Rosalie, Part 1 (6:00)
3. Otium (4:22)
4. Rosalie, Part 2 (4:14)
5. Indian Rope Man (3:19)
6. Morning (3:24)
7. Floating, Part 1 (7:39)
8. Baroque (7:36)
9. Floating, Part 2 (1:25)
10. Roadriding (4:02)
11. Time Make Wise (2:49)

Inga Rumpf - vocals
Jean-Jacques Kravetz - keyboards
Karl-Heinz Schott - bass
Carsten Bohn Bandstand - drums

PARTE 1 :
PARTE 2 :
CAPAS :

Neuschwanstein (Germany) - Battlement, 1978 (Sympho Prog)


Grupo Progressivo Alemão do início dos anos 70. Guitarra acústica, flauta, harpsichord e vários keyboards se juntam para criar um clima extremamente rico e bonito, com temas absolutamente exuberantes. A música é bastante melódica com arranjos detalhados e orquestrações bem interessantes . O Vocalista lembra muito Peter Gabriel e as letras são em Inglês. O Som é mais ou menos no estilo de "Planets" do Eloy , Moonmadness do Camel . Um disco bastante interessaante de músicos desconhecidos.

1. Loafer Jack (4:42)
2. Ice with Dwale (6:21)
3. Intruders and the Punishment (7:34)
4. Beyond the Bugle (7:31)
5. Battlement (7:05)
6. Midsummer day (7:42)
7. Zärtlicher Abschied (5:42)

Frédéric Joos - vocals, Acoustic Guitars
Thomas Neuroth - keyboards
Klaus Mayer - flutes, synthesizers
Roger Weiler - guitars
Rainer Zimmer - bass, vocals on `Battlement´
Hans-Peter Schwarz - drums (except 1)

PARTE 1 :
PARTE 2 :
CAPAS:

terça-feira, 9 de março de 2010

EGG - Egg 1st


"Bulb" – 0:09
"While Growing My Hair" – 4:02
"I Will Be Absorbed" – 5:11
"Fugue In D Minor" – 2:49
"They Laughed When I Sat Down At The Piano…" – 1:21
"The Song Of McGillicudie The Pusillanimous (or don't worry James, your socks are hanging in the coal cellar with Thomas)" – 5:07
"Boilk" – 1:04

"Symphony No. 2" – 23:58
Movement 1
Movement 2
Blane
Movement 3
Movement 4

"Seven Is A Jolly Good Time" – 2:47
"You Are All Princes" – 3:45


Dave Stewart - organ, piano, tone generator
Mont Campbell - bass, vocals
Clive Brooks - drums


>> Download <<

EGG - The Civil Surface



Civil Surface é o terceiro e último album do Egg. Ele foi realizado em 1974. A banda se separou em 1972, não antes de apresentar o novo material durante os seus últimos concertos. Como as novas canções foram muito bem recebidas pelo publico, eles decidiram se reunir novamente para gravar todas as novas canções que haviam sido apresentadas ao vivo e feito tanto sucesso. Este album apresenta alguns músicos convidados como Steve Hillage e Lindsay Cooper. Os críticos sempre reclamaram que este album foi mal mixado e o som da bateria ter ficado muito alto ! Numa versão mais recente pela Eclectic Records, nas notas, Dave Stewart sugere que este problema foi causado pela insistência de Clive Brooks de que o som da Bateria precisava ser mixado mais alto.
Um Bom disco .

01. Germ Patrol 8:31
02. Wind Quartet 1 2:20
03. Enneagram 9:07
04. Prelude 4:17
05. Wing Out The Ground (Loosely Now) 8:11
06. Nearch 3:12
07. Wind Quartet 2 4:47


Dave Stewart - organ, piano, bass (6)
Mont Campbell - bass, vocals, French horn, piano
Clive Brooks – drums
Guests
Steve Hillage – guitar (5)
Lindsay Cooper – basson, oboe (1,6)
Tim Hodgkinson – clarinet (1,6)
Amanda Parsons – vocals (4)
Ann Rosenthal – vocals (4)
Barbara Gaskin – vocals (4)
Wind Quartets performed by
Mont Campbell – French horn
Maurice Cambridge – clarinet
Stephen Solloway – flute
Chris Palmer – bassoon

Parte 1
Parte 2
Alinhar ao centro

Epitaph - Early Morning (1972)

segunda-feira, 8 de março de 2010

HOMENAGEM ESPECIAL AO DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES

domingo, 7 de março de 2010

NEW TROLLS - Concerto Grosso



Este disco, dispensa comentários.

01 - Allegro 2:14
02 - Adagio(Shadows) 4:52
03 - Cdenza-Andante Con Moto 4:12
04 - Shadows(per Jimi Hendrix) 5:33
05 - Improvvisazioni Dei New Trolls 20:17

- Frank Laugelli / bass (Rhodes)
- Maurizio Salvi / piano, organ
- Vittorio De Scalzi / guitar
- Nico Di Palo / guitar, lead vocals
- Gianni Belleno / drums, vocals

>> Download <<

THE PINK MICE


Um dos muitos projetos dos musicos do Lucifer's Friends. Este álbum foi gravado por força de contrato com a gravadora. Foi um projeto desenvolvido para Keyboard e Moog para versões de composições clássicas. Um disco para se curtir muito !!
Imperdível !

1. Italienisches Konzert in F (4:34)
2. Fur Elise (9:32)
3. Konzert fÝr Trompete und Orchester (4:17)
4. Anitras Tanz (from Peer Gynt) (5:23)
5. Sonate fÝr Klavier (6:45)
6. Brandenburgisches Konzert (1 & 3) (5:57)
7. Brandenburgisches Konzert Nr.3


8. Capriccio Italien op.45
9. TrÄumerei aus "Kinderszenen" op.15
10. Marsch aus "Der Nuúknacker"
11. Badinerie aus Suite Nr.2
12. Sonate facile,KV 545
13. OuvertÝre "Dichter und Bauer"
14. Ein MÄdchen oder Weibchen,Arie des Papageno aus "Die ZauberflÆte"
15. Die Wut Ýber den verlorenen Groschen, Rondo a capriccio,op.129
16. TÝrkischer Marsch aus der Sonate A-Dur,KV 331


- Peter Hecht / keyboards
- Peter Hesslein / guitar, vocals
- Dieter Horns / bass, vocals
- Joachim Rietenbach / drums

>> Download <<

sexta-feira, 5 de março de 2010

SBB ( Silesian Blues Band ) - New Century

- Jozef Skrzek / vocals, bass guitar, keyboards, harmonica
- Apostolis Anthimos / guitars
- Paul Vertico / drums, percussion
with
- Julian Mack / guitar on "Positive Polarity", guest backing vocals on "Music Is My Life"

01 - Golden Harp 5:51
02 - Music Is My Life 4:54
03 - New Century 6:06
04 - Stary Czlowiek w Milczacym Ogrodzie 4:51
05 - Duch Pokolen 5:35
06 - Wojownicy Itaki 5:28
07 - When Was The Last Time 4:01
08 - Carry Me Away 15:52
09 - PAJO 3:23
10 - Rock For Mack 1:47
11 - Positive Polarity 2:32
12 - Viator Blues 5:23

Parte 1 :
Parte 2 :
Parte 3 :

SBB (Silesian Blues Band ) - 1980 - Memento z Banalnym Tryptykiem

Um disco bastante interessante. Um Progressivo fora dos padrões normais da época.
Vale a pena dar uma conferida .
Bom Disco !


- Jozef Skrzek / bass, piano, moog, vocals
- Apostolis Antymos / guitar
- Jerzy Piotrowski / percussion

1. Moja ziemio wysniona (My Land Of Dreams) (8:39)
2. Trójkat radosci (The Triangle Of Joy) (7:48)
3. Strategia pulsu (Strategy Of Pulse) (3:29)
4. Memento z banalnym tryptykiem (Memento With A Banal Tryptych) (20:56)

>> Download <<

quinta-feira, 4 de março de 2010

IMAN CALIFATO INDEPENDIENTE _ Camino del Aguila - 1980

Bom Grupo progressivo Espanhol. No album "El camino del Aguila" o grupo apresenta duas vertentes bem claras; Pogressivo e Fusion , bem balanceadas. De um modo geral, lembra-nos um pouco o Iceberg (outra excelente banda de progressivo Espanhol) . O Interessante no estilo da banda é que ela raramente se prende a um único estilo de composição, geralmente apresenta variações constantes no estilo das músicas. O album em questão apresenta 3 longas canções, e a última um pouco mais curta. Os instrumentos básicos são Bateria, baixo, guitarra e sintetizador. No entanto, na última canção vamos ouvir violão, flauta e o único vocal do album. Se você gosta de um progressivo bem temperado com fusion ou mesmo um fusion bem progressivo, acredite, esse disco é uma boa pedida. Divirta-se !


>> Download <<

IMAN CALIFATO INDEPENDIENTE _ Iman Califato Independiente - 1978





1. Tarantos del Califato Independiente (20:46)
2. Darshan (8:30)
3. Cerro Alegre (7:33)
4. Cancion de la Oruga (5:32)

- Iñaki Egaña / bass and vocals
- Kiko Guerrero / drums
- Marcos mantero / keyboards
- Manuel Rodrigue / guitar

>> Download <<