domingo, 20 de maio de 2012

ALEX CARPANI BAND - Waterline


Algumas bandas começam por acidente, mas neste caso foi literalmente um acidente que causou a formação da ALEX CARPANI BAND. O tecladista e compositor italiano Alex Carpani sofreu uma fratura no tornozelo e durante as três semanas de descanso forçado,  ele compôs, arranjou, tocou e gravou todas as partes do seu álbum de estréia conceitual chamado "Waterline".
Sua primeira intenção era fazer um instrumental, mas ele enviou a demo para o lendário Aldo Tagliapetra do italiano Le Orme ,convidando-o a fazer os vocais.
Durante os anos seguintes sob a produção de Cypher Artes, Paul Whitehead (conhecido por seu trabalho com o  Gênesis, VDGG e Le Orme) criou a arte da capa do álbum para este projeto e depois de alguns anos de trabalho duro, o álbum é lançado em  2007.
Antes de o álbum ser lançado, O Alex Carpani Band formada no final de 2006 a programação oficial de sua banda para a apresentação ao vivo de "Waterline", inclui alguns dos melhores músicos da cena Prog italiano : Alex nos teclados e vocais, Ettori Salati (Assista o primeiro) na guitarra um pedal; Marco Fabbri (The Watch - Odessa - Eclat) na bateria e Fabiano Spiga (baixo, violão e vocais), com a colaboração de vários músicos bem conhecidos.

O som da banda é claramente influenciada por Bandas italianas pioneiras do Prog Sinfônico, além de um sentimento GENESIS forte, com um uso maciço mellotron "a la Banks" e alguns toques E.L & P.

A banda fez uma turnê extensa e brilhante chamada "Waterline Live", no qual não só tocaram músicas de Alex, mas alguns Clássicos do Gênesis e até covers de E.L & P .

O Alex Carpani Band também grava em estúdio no final de 2007 "Surviving The Assault", uma composição escrita por Alex Carpani . A banda iniciou a sua actividade ao vivo, em 2007, aparecendo em dois festivais internacionais: no Verona Prog Festival (show opnening Osanna) e no Báltico Prog Festival, na Lituânia, abrindo para o Arena.

Em 2008 eles se apresentaram no Baja Prog Festival em Mexicali (México), bem como em vários locais em Los Angeles (EUA) e Copenhague (Dinamarca). Vários shows foram feitos na Itália também, como o de Stazione Birra em Roma, o melhor clube de rock da cidade eterna (com Tony Levin, Steve Hackett, David Cross, Carl Palmer, The Watch e outros 

3 comentários:

  1. Discaço meu amigo Gäel !!!
    Como sempre você nos presenteia com seu gosto musical excelente !!!

    Parabéns !!! Forte abraço !!!

    ResponderExcluir
  2. Valeu Minduim !!
    Grande abraço !!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir