domingo, 26 de agosto de 2012


UNICORN - The Weirdest of Tales 1991

A terceira demo Tape do grupo Sueco  Unicorn, The Weirdest of Tales, é possivelmente minha versão preferida da banda. Nessa Demo, que nunca foi lançada em CD, a banda manteve o charme inegável de seus dois primeiros lançamentos, mas trouxe seu estilo para um som mais maduro e desenvolvido. Por esta razão, The Weirdest of Tales permanece como destaque em sua discografia.
Unicórn sempre foi uma banda interessante para mim. A musicalidade, juntamente com a composição encantadora e otimista funciona perfeitamente na música do grupo.
Como mencionei anteriormente, a musicalidade é grande nesta demo. Dan Swanö oferece um desempenho muito sólido no vocal ao longo desta demo. Acho que este é o melhor momento do Unicorn no aspecto vocal.
Sua bateria é muito bem tocada também. Eu não acho que Swanö seja o melhor baterista do mundo, mas seu estilo se encaixa neste grupo perfeitamente.
Peter Edwinzon faz um ótimo trabalho nos teclados como sempre. Ele é apenas um bom tecladista subestimado.
Esta demo está focada muito mais em solos de guitarra de Anders Mareby do que quaisquer outros lançamentos do Unicórn.
 Eu acredito que  Runesson tenha tocado baixo nesta demo, mas não estou certo. Não Há muita  informação na capa da fita sobre a formação do Unicórn nessa Demo.
Outra grande coisa sobre esta demo é a qualidade composicional. Cada canção é realmente grande e memorável .
Todos as seis canções têm algo de espetacular sobre elas. Seria difícil para mim escolher uma música favorita, mas há alguns momentos de destaque do álbum. A faixa de abertura, Your Last Denial, tem excelentes solos de guitarra de Anders Mareby, bem como um solo de saxofone maravilhosamente  interpretado por Dan Swanö (a parte do sax pode ter sido interpretada por Tom Nouga, mas não estou certo. Como mencionei anteriormente, não há o mínimo de informação sobre a formação do Unicorn nessa Demo). Tunes for the Stork é outro destaque, e é provavelmente a melhor faixa da fita. Espanta-me que nunca uma música tão espetacular nunca tenha entrado num dos full-length do Unicorn . Como eu mencionei, cada canção é grande nesta demo. Cada música é um excelente exemplo de rock neo-progressivo Sueco. Embora a produção pareça muito datada e amadora, a música, no entanto não é.  Eu pessoalmente acho que a produção da um certo charme e tem o seu encanto. The Weirdest Tales é uma demonstração excelente dada pelo Unicorn, e bem digno da classificação de 4 estrelas. 
 Essencial para qualquer fã de neo-prog. É uma pena que essa banda recebe tão pouca atenção. Eles realmente merecem algum reconhecimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário