sábado, 8 de fevereiro de 2014


DRUCKFARBEN - Artifact



Songs :
01. Intro - Pennyfarthing
02. Sons of Anakim
03. Influenza
04. Walk Away
05. Nat Nayah
06. Seems so Real
07. Nonchalant
08. Smaller Wooden Frog
09. Elpo
10. Dead Play Awake
11. Siberian Khatru

A história Druckfarben começou no subúrbio de Toronto, em Scarborough em meados de 1980 , quando o guitarrista Ed Bernard e o baterista Troy Feener começaram a trocar idéias sobre seus interesses musicais durante o 9º ano na Escola de Arte . Ed  apresentou Troy ao rock progressivo do Yes e do  Gentle Giant, e logo os dois começaram a tocar juntos . Um dia, no hall do seu espaço de ensaio numa fábrica abandonada, os jovens músicos descobriram alguns barris pretos com uma palavra estranha estampada sobre eles ... "Druckfarben" . Com eles tentando imaginar o conteúdo dos misteriosas barris , Ed brincou que um dia estariam em uma banda juntos , e que iria chamá-la de  Druckfarben .

Enquanto isso, em um colégio perto dali , o jovem tecladista Will Hare estava ensaiando Bach e Rachmaninoff ; no Jarvis Collegiate no centro de Toronto , e, o jovem baixista Peter Murray ia ganhando uma reputação como um cara que poderia tocar XYZ ?  do  Rush , e , mais ao sul , em Rochester , New York , o cantor Phil Naro já era um front-man profissional de pleno direito na banda de metal Talas , ao lado do lendário Billy Sheehan virtuoso baixo . Os cinco músicos , ainda em sua maior parte desconhecidos uns dos outros , compartilhavam duas características notáveis: todos eram muito talentosos em seus instrumentos escolhidos , e todos eram grandes fãs de rock progressivo.

Anos se passaram  --- E não surpreendentemente , todos os cinco se tornaram músicos profissionais. Isso aconteceu em passagens separadas com bandas independentes e artistas; bandas cover e shows de tributo ;  compondo jingles e trabalhando em estúdios . Todos tornaram-se musicos respeitados em suas cenas locais. Mas a veia prog que  inicialmente inspirou todos eles parecia ter sido ser deixada para trás --- o material de nostalgia, de fantasia, não era comercialmente viável  para se  formar uma banda de prog, que era simplesmente impensável. Pelo menos por um tempo ... Alguns anos mais tarde, Troy se tornou o principal baterista do Classic Albums vivo, um grupo de músicos que tocam discos clássicos nota por nota. Ele desejava tocar em um show prog, e, então, foi  feito um acordo para encenar uma apresentação dos álbuns do YES;  Close to the Edge e The Yes Album. Previsivelmente, todos os futuros membros da Druckfarben foram chamados para o show. Peter recusou, porque ele estava produzindo um álbum na Alemanha na época, mas ele participou do show depois  no histórico  Concerto do Teatro Phoenix em Toronto em 20 de setembro de 2007. Realizar este desafio,de uma música brilhante inspirou a formação de uma banda ... e Druckfarben nasceu......

2 comentários:

  1. Hi Thinker !
    The links are not dead. It opens in http://www.anonym.to/? that will redirect you to the treu link in mediafire.
    Wait a little time and it will show the true link.
    hugs.

    ResponderExcluir