sábado, 15 de fevereiro de 2014


WISHBONE ASH - MELODIC SOUNDS


A história do WISHBONE ASH começa em 1966, quando o baterista Steve Upton do "Scimitars" se juntou ao baixista Martin Turner e ao irmão do baixista, Glen, na banda "THE EMPTY VESSELS". O trio renomeou-se "TANGLEWOOD" e se mudou para Londres. Glen Turner logo se separou do grupo e foi substituído por Ted Turner de uma banda de Birmingham chamada "KING BISCUIT". A nova formação foi completada pelo guitarrista Andy Powell, (Ex-Sugarband). Os dois guitarristas desenvolveram um estilo melódico de duo de guitarras que se tornou a marca registrada do Wishbone Ash.
Em 1970, o Wishbone Ash lançou o seu primeiro LP, chamado Wishbone Ash, estabelecendo um estilo que misturava Blues-Rock, Jazz e Folk Inglês, estilo esse que a banda iria desenvolver nos seus discos seguintes. O trabalho de produção ficava a cargo de Martin Birch que era excelente e este disco continha a obra prima chamada "Phoenix", que se tornaria um clássico do Wishbone Ash nas apresentações ao vivo pois dava espaço para improvisações. Nessa mesma época a banda começou a utilizar letras imaginárias retiradas da mitologia e de fantasias, como em "The King will come", "Throw down the sword", " Persephone & Argus".
Em 1971 O Wishbone Ash gravou "Pilgrimage" e um ano mais tarde "Argus", ambos os discos trazendo o som do Wishbone Ash perto da perfeição e introduzindo arranjos vocais elaborados e sofisticadas passagens musicais. Os dois discos são obras primas.
Em 1973, a banda grava o seu quarto LP "Wishbone Ash Four" e sai em excursão pela europa, as gravações desses shows acabariam  virando um outro disco, "Live Dates" (1973).
Em 1974, Ted Turner deixa a banda e é substituído por Laurie Wisefield (Ex-Home), que acrescentou a steel guitar e o banjo no som do Wishbone no lançamento de 1974 , "There's the Rub". Durante o resto da década de 70, a banda gravou uma série de discos, bons, mas não com a mesma magia dos anteriores.
Em 1987 a formação original se reuniu para gravar algumas canções e um disco todo instrumental, "Nouveau Calls", antes de sofrerem novamente uma série de mudanças na sua formação. No final da década de 90, a banda alcançou uma nova estabilidade com o guitarrista fundador Andy Powell, o baixista Bob Skeat e o baterista Ray Weston e o guitarrista finlandês Muddy Manninen que chegou em 2004.
Esta postagem é uma espécie de história do Wishbone Ash. Para quem não conhece... Uma boa oportunidade de se iniciar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário