quarta-feira, 23 de junho de 2010

HELDON - Stand By & Un Rève sans Consequences




Banda Francesa formada nos anos 70 pelo guitarrista e multi-instrumentista Richard Pinhas (às vezes chamado de Fripp Francês ), o teclista Patrick Gauthier, o baterista François Auger e dezenas de outros músicos que entravam e saiam ao longo de seis álbuns entre os 74 e '79. Seu som pode ser melhor descrito como uma mistura de guitarras de Fripp com o frio e gelado prog do King Crimson e os drones hipnóticos do CAN ao longo de um áspero e agressivo fundo eletrônico.

Seus seis primeiros álbuns vão desde ligeiramente espaciais e tranquilos ("Allez Teia") até cerebrais ataques sônicos ("Interface"). O mais fácil de ser absorvido e mais recomendado para neófitos é "Stand By". É o menos caótico e mais "CRIMSON-like" do lote, porém, ainda apresenta um frenético Pinhas '/ tocando uma guitarra torturada que beira o "Heavy Metal" em alguns pontos, que se completa com um baixo feroz e vocais guturais. Em 1998, Pinhas tentou reviver a banda com um álbum chamado "Only Chaos is Real", com os letristas franceses Maurice Dantec e Normand Spinrad (com sua voz digitalmente tratada), e com o cantor "trash" David Korn. Este álbum não está em sintonia com o resto, soando mais como "punk techno". Em geral, as músicas dos seis álbuns são sombrias e frias, mas fascinantes e intensas. Ele combina os elementos das escolas francesa e alemã de eletrônica em algo único. Heldon.....
Quer provar ?............Experimente !


2 comentários: